Crise na Construção Civil: A oportunidade pode estar do outro lado do Atlântico


Depois de enfrentar um longo período de crise a construção civil e a hotelaria chegam com força na zona sul de Portugal.

Entre as melhores praias da Europa há uma em especial, a portuguesa Algarve, onde o preço de um lote custa, em média, entre um a seis milhões de euros. Mesmo assim, empresários do Algarve queixam-se de não haver mão de obra que supra a demanda das construções de novas casas de luxo.

No segmento de construção civil de alto padrão na região a mudança de gosto arquitetônico tem levado os novos moradores a demolirem casas antigas de luxo e construírem mansões monumentais novas em folha, além de que, casas com 20 ou 30 anos não compensam o restauro. Assim o mercado voltou a dar sinais de recuperação pois a maioria das aquisições aconteceram já com o objetivo de por abaixo e construir de novo.

Em outras regiões do “triangulo dourado” como Quinta do Lago, Vale do Lobo e Vilamoura, esse crescimento também gerou escassez de pessoal para trabalhar em todas as áreas, mas não se pode reclamar, essa nova moda gerou uma onda de crescimento que parece estar ancorada.

Fonte:  www.publico.pt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *